10 de nov de 2011

Figuras de Som

Chamam-se figuras de som os efeitos produzidos na linguagem quando há repetição de sons ou, ainda, quando se procura "imitar" sons produzidos por coisas ou seres.
As figuras de som são:
Aliteração:
Ocorre aliteração quando há repetição da mesma consoante ou de consoantes similares, geralmente em posição inicial da palavra.
Exemplo: "Toda gente homenageia Januária na janela." (Chico Buarque).
Assonância:
Ocorre assonância quando há repetição da mesma vogal ao longo de um verso ou poema.
Exemplo: "Sou Ana, da cama / da cana, fulana, bacana / Sou Ana de Amsterdam." (Chico Buarque).
Paronomásia:
Ocorre paronomásia quando há reprodução de sons semelhantes em palavras de significados diferentes.
Exemplo: "Berro pelo aterro pelo desterro / berro por seu berro pelo seu erro / quero que você ganhe que você me apanhe / sou o seu bezerro gritando mamãe." (Caetano Veloso).
Onomatopéia:
Ocorre quando uma palavra ou conjunto de palavras imita um ruído ou som.
Exemplo: "O silêncio fresco despenca das árvores. / Veio de longe, das planícies altas, / Dos cerrados onde o guaxe passe rápido... / Vvvvvvvv... passou." (Mário de Andrade).
"Ó rodas, ó engrenagens, r-r-r-r-r-r-r eterno." (Fernando Pessoa).
Paralelismo:
Ocorre quando a repetição de palavras ou estruturas sintáticas maiores(frases,orações,sintagmas etc.)de forma igual ou parecida que se correspondem quanto ao som,com sentido igual os às vezes alterado.
Exemplo:
Começou a circular o expresso 2-2-2-2
que parte direto de Bonsucesso
pra depois.
Começou a circular o expresso 2-2-2-2
da Central do Brasil
que parte direto de Bonsucesso
pra depois do ano 2000.
                                                                                                    (Gilberto Gil)
O amor bate à porta
e tudo é festa.
O amor bate a porta
e nada resta.
                                                                                                    (Cineas Santos)

Nenhum comentário:

Postar um comentário